23.4 C
Franca
fevereiro 23, 2024
Pecuária

MG lidera em municípios aptos na inspeção produtos de origem animal

Meta é chegar a 427 até 2026

Por: AGROLINK –Seane Lennon

Minas Gerais assume liderança ao ter o maior contingente de municípios integrados ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA), do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Segundo divulgado pela Secretaria de Agricultura de Minas Gerais, a adesão proporciona uma supervisão mais eficaz dos estabelecimentos produtores por serviços municipais, simplificando o processo e tornando-o acessível, especialmente para agroindústrias de pequeno e médio porte.

Atualmente, 275 cidades mineiras fazem parte deste sistema. Somente no último mês de novembro, 13 Consórcios Públicos Municipais do estado foram reconhecidos pelo Governo Federal.

A entrada no sistema possibilita que os produtos de origem animal registrados pelos Serviços de Inspeção Municipais vinculados aos consórcios possam ser comercializados em todo o território nacional, impulsionando a criação de empregos e a geração de renda em Minas Gerais. Em 2022, apenas 44 municípios do estado estavam integrados ao Sisbi-POA. A projeção é expandir essa participação para 427 localidades até 2026, visando beneficiar um número cada vez maior de produtores e abrir novos mercados.

A Secretaria de Agricultura se engaja na organização e implantação dos Serviços de Inspeção Municipal, seja de maneira individual ou por meio de consórcios, promovendo o avanço na regularização de estabelecimentos agroindustriais. Em maio, o Governo de Minas e a Associação Mineira de Municípios (AMM) estabeleceram um protocolo de intenções para aprimorar os consórcios públicos voltados ao Serviço de Inspeção Municipal de produtos de origem animal.

A parceria visa oferecer suporte técnico às equipes dos serviços de inspeção municipal, com a colaboração da Secretaria de Agricultura, da Emater-MG, do IMA, do Mapa, do CRMV-MG e do Sebrae, contribuindo para a estruturação do trabalho. Capacitações têm sido conduzidas pelas equipes da Secretaria de Agricultura, IMA, Mapa e CRMV-MG, abordando critérios administrativos, técnicos e sanitários, incluindo normas para a emissão de selos de Arte e de Queijo Artesanal.

Durante a 8ª edição do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), em Belo Horizonte, líderes executivos de sete estados discutiram, em junho deste ano, o fortalecimento e modernização dos Serviços de Inspeção Municipal, seja de forma individual ou consorciada, voltado para a geração de emprego e renda.

Related posts

Custos de produção de frangos

Fabrício Guimarães

CARNE DE FRANGO MANTÉM 5ª POSIÇÃO NA PAUTA CAMBIAL BRASILEIRA

Fabrício Guimarães

Carrapato do bovino: é preciso estar atento a vários fatores para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais