17.9 C
Franca
maio 22, 2024
Uncategorized

Consumo de fertilizantes cresce com busca por maior produtividade

Adubos encarecem lavoura, mas são fundamentais para garantir boa produção.

Para produzir bem, o solo precisa de nutrientes. Miguel Donizete de Barros, agricultor de Itapetininga (SP), sabe bem disso. Ele intercala o cultivo de soja e milho e cuida de cada detalhe, incluindo as escolhas do adubo e das sementes.

Hoje em dia, plantar sem fertilizantes é raro. Eles são importantes para suprir a falta de nutrientes no solo. Os ciclos curtos e o aumento da produção exigem um consumo maior do produto.

A maior parte da matéria-prima é importada de países como Marrocos e Canadá, o que gera uma forte dependência externa, segundo a Secretaria de Comércio Exterior. No ano passado, o Brasil importou quase 30 milhões de toneladas de fertilizantes. Os dados são da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). A previsão para 2019 é de aumento no consumo.

Marcelo Ferraz Borges, gerente comercial de uma fábrica de adubos de Itapetininga, diz que a empresa cresceu 5% no ano passado. No primeiro trimestre deste ano, o aumento ficou entre 10% e 15% na comparação com o mesmo período de 2018. Para ele, um dos principais motivos é o aumento da área de plantio com a recuperação de terras ociosas.

Fonte: G1

Related posts

Soja, milho e carne bovina puxam valor da produção agropecuária, que supera R$ 1,1 trilhão para este ano

Fabrício Guimarães

Reunião no Palácio dos Bandeirantes define próximos passos da Agro Export

Fabrício Guimarães

Mapeamento completo do genoma do morango abre portas para pesquisa

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais