14 C
Franca
julho 21, 2024
Agricultura

Com safra brasileira no radar, mercado futuro do café finaliza a sessão desta 3ª feira com quedas na Bolsa de NY.

Por Notícias Agrícolas:

Postado em: 18/01/23

Nesta terça-feira (16), os contratos futuros do café arábica finalizaram a sessão com ligeiras quedas na Bolsa de Nova York (Ice Futures US). O mercado segue acompanhando as condições climáticas para a safra brasileira, assim como as informações de exportações.

O vencimento Março/23 terminou com queda de 60 pontos e está cotado em 151,10 cents/lbp, enquanto o contrato Maio/23 finalizou com  recuo de 75 pontos e está precificado em 151,80 cents/lbp. No caso do Julho/23 encerrou com desvalorização de 70 pontos e cotado em 152,40 cents/lbp e o Setembro/23 registrou recuo de 70 pontos, em que ficou cotado em 152,75 cents/lbp.

Em Londres, os vencimentos futuros do café robusta terminaram o dia do lado negativo da tabela O contrato Março/23 registrou queda de US$ 12 por tonelada, negociado por US$ 1895. O maio/23 encerrou com queda de US$ 09 por tonelada e valendo US$ 1862, julho/23 também teve perda de US$ 8 e cotado por US$ 1839 e setembro/23 fechou com queda de US$  7 por tonelada, valendo US$ 1821.

De acordo com Barchart, o mercado está acompanhando as condições secas no Brasil pode levar a maiores rendimentos de café e é pessimista para os preços. “A Somar Meteorologia informou nesta segunda-feira que Minas Gerais recebeu 249,9 mm de chuva na semana passada, ou 351% da média histórica. Minas Gerais responde por cerca de 30% da safra brasileira de arábica”, informou a Barchart.

Ainda de acordo com a Barchart, as perdas nos preços do café nesta sessão estão limitadas por sinais de exportações menores do Brasil, conforme o relatório divulgado pelo Cecafé. “Os embarques de café verde do Brasil em 2022 caíram 2,7% para 35,6 milhões de sacas, o menor em 4 anos”, relatou o barchart.

Mercado Interno  

No mercado interno, as cotações do café registraram movimentações pontuais de quedas nas principais praças produtoras acompanhadas pelo Notícias Agrícolas. No caso do café arábica tipo 6/7, a cotação do café registrou queda de 5,26% na região de Poços de Caldas/MG e terminou o dia negociado em R$ 900,00 por saca.

Já em Varginha/MG, o valor da saca de café teve queda de 3,16% e finalizou o dia precificado em R$ 920,00, enquanto em Espírito Santo do pinhal/SP registrou recuo de 1,05% e está cotado em R$ 940,00 por saca.

O café arábica tipo 6 registrou baixa de 5,15% % na região de Poços de Caldas/MG e terminou o dia valendo R$ 920,00 por saca. Em Machado/MG, o preço do café terminou o dia cotado em R$ 960,00 por saca e registrou  uma queda de 0,52%. Em Varginha/MG, a saca do café teve uma baixa de 2,08% e está sendo negociado em R$ 940,00 por saca.

O tipo cereja descascado teve queda de 4,67% em Poços de Caldas/MG, em que está cotado em R$ 1.020,00. Em Varginha/MG, o preço do café teve desvalorização de 2,88% e finalizou o dia precificado em R$ 1.010,00 por saca.

Related posts

Como está a soja no Brasil?

Fabrício Guimarães

SOJA: Segura ou vende antecipada?

Fabrício Guimarães

Bolsa de NY cai forte e fica abaixo de US$ 1/lb nesta 2ª com disparada do dólar

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais