30.9 C
Franca
dezembro 6, 2023
AgriculturaNotícias

Biodiversidade natural protege agricultores do clima

Biodiversidade é importante para a produção

Um estudo de dados importantes cobrindo mais de 7.500 domicílios em 23 países tropicais mostra que a biodiversidade natural poderia ser um seguro efetivo para os agricultores rurais contra a seca e outros choques relacionados ao clima. A pesquisa foi realizada pela Universidade da Colúmbia Britânica (UBC).

Seus cálculos também indicaram que a perda de metade das espécies dentro de uma região dobraria o impacto dos extremos climáticos na renda. “Devemos conservar a biodiversidade, não só porque gostamos de ver tigres e leões, mas porque também é um insumo importante para a produção. É especialmente importante para as pessoas que vivem em áreas onde é difícil obter seguro ou empréstimos para compensar as crises ambientais. Um certo nível de conservação da biodiversidade pode ser benéfico para as pessoas na agricultura, silvicultura e este tipo de indústrias”, disse Frederick Noack, professor assistente de economia de alimentos e recursos na faculdade de terra e sistemas alimentares da UBC.

O acesso a enormes conjuntos de dados permitiu aos pesquisadores comparar os rendimentos reais dos agricultores, usando dados coletados a cada três meses, com dados geocodificados que indicam o número de espécies de plantas no ambiente local. Eles cruzaram dados meteorológicos durante as estações de cultivo, semeadura e colheita. Embora os resultados vinculem claramente a biodiversidade natural à estabilização da renda durante o clima adverso, as formas pelas quais a biodiversidade realiza isso estavam além do escopo do estudo. “A diferença entre estudar biomassa e estudar renda é que a renda aloca valor a diferentes tipos de biomassa”, disse Noack.

Fonte: Agrolink

Related posts

Mapa recebe vice-ministros da Agricultura do Brics na próxima semana

Fabrício Guimarães

Quanto vale o seu café?

Fabrício Guimarães

Traders tentam recertificar grande volume de café arábica na ICE

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais