17.9 C
Franca
maio 22, 2024
AgriculturaNotícias

Joana D’Arc será interpretada por Taís Araújo no cinema

Trajetória de francana vira cinebiografia e terá atriz global

A história da francana Joana D’Arc Félix, destaque na pesquisa científica internacional, ganhará vida nas telonas. Ela será interpretada pela atriz global Taís Araújo em um longa-metragem que será dirigido por um cineasta brasileiro indicado ao Oscar.
Alê Braga foi indicado ao maior prêmio do cinema com o filme “O menino e o mundo” (2014). Já o roteiro será escrito por Álvaro Campos, que esteve em Franca nos meses de março e abril de 2019 para acompanhar a rotina de Joana D’Arc e conhecer sua história. “Ele esteve em curtumes e no Colégio Agrícola, escola onde leciono. Além disso, assistiu aulas e visitou outros lugares da minha infância em Franca. Contei toda a minha vida para ele”, disse a cientista.

Braga e Campos já trabalharam juntos em outra oportunidade no documentário “Tá Rindo de Quê” (2009) e “Rindo à Toa – Humor Sem Limites” (2018).
Taís Araújo é conhecida do público desde os anos de 1990. A global é um dos destaques da sua geração nas novelas da Rede Globo. Foi a primeira protagonista negra em telenovelas, sendo uma escrava que se torna rainha em “Xica da Silva” (1996) e a primeira atriz negra a interpretar a famosa personagem Helena de Manoel Carlos na novela “Viver a vida” (2009), entrando em uma lista que conta com Lilian Lemmertz, Maitê Proença, Regina Duarte, Júlia Lemmertz, Vera Fischer e Christiane Torloni.
Em sua carreira como atriz, Taís também foi protagonista em “Da cor do pecado” (2004), teve destaque em “Viver a vida” e estará na novela “Tróia”, com estreia prevista para o horário nobre da Globo no fim de 2019. Atualmente ela está apresentando o programa dominical “Popstar”.

Desde outubro do ano passado Joana D’Arc já sabia do filme e que Taís estava cogitada para interpretá-la no cinema. Mas, devido a negociações, a revelação do nome da atriz precisou ficar sob sigilo.
A cientista ficou empolgada com a confirmação imediata de Taís para o papel. “Quando falei com ela senti que também estava empolgada para o filme e o início da produção”, revelou Joana D’Arc.
O filme terá duas horas de duração e apenas a atriz principal está confirmada para o elenco. O roteiro deve ser finalizado até o mês de junho, para que as gravações tenham início. A previsão é que o longa tenha  três locações diferentes, sendo Franca, Campinas e nos Estados Unidos.

Joana D’Arc está acompanhando todo o processo de escrita de roteiro de perto, pronta para esclarecer todas as dúvidas necessárias sobre os momentos marcantes de sua vida.
A cinebiografia abordará os momentos mais importantes da trajetória da cientista que teve uma infância pobre e conseguiu se tornar PhD em química na Universidade de Harvard, uma das mais importantes instituições de ensino do mundo.

Trajetória
Filha de uma empregada doméstica e de um trabalhador de curtume, Joana se agarrou aos estudos mesmo com todas as dificuldades.
Hoje, aos 55 anos, a cientista e professora conquistou o respeito e admiração por seu empenho em pesquisas que tem como objetivo evitar agressões ao meio ambiente e o aumentar a qualidade de vida das pessoas.
A francana ganhou destaque nacional por sua história de vida e os 56 prêmios que soma em sua carreira, com destaque para o título de Pesquisadora do ano no Kurt Politizer de tecnologia de 2014, concedido pela Abquim (Associação Brasileira da Indústria Química).

Fonte: Diário Verdade

Related posts

IBGE eleva estimativa de safra de café do Brasil para 59 mi sacas

Bom manejo da vaca garante qualidade do leite

Fabrício Guimarães

Bananicultores; dependentes de arrendamentos para sobrevivência no campo

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais