17 C
Franca
abril 24, 2024
Agricultura

Agronegócio e setor de serviços lideram criação de emprego em junho

Campo abriu 22,7 mil novas vagas, com destaque para a laranja, soja e funções de apoio à agricultura

O setor agropecuário contribuiu para que a criação de novos empregos em junho tivesse o melhor resultado no mês em seis anos, avaliou nesta quinta-feira (25/7) a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).De acordo com dados divulgados hoje pelo Ministério da Economia, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o agronegócio foi o segundo setor que mais gerou saldo positivo de postos de trabalho no mês passado, com abertura de 22,7 mil vagas.

“Isso mostra cada vez mais a importância do setor na geração de renda e emprego no Brasil, com 46% da expansão de vagas em junho e 18% no acumulado do ano”, explica o assessor técnico do Núcleo Econômico da CNA, Paulo Camuri.As atividades dentro do agro que mais se destacaram em junho foram o apoio à agricultura, laranja e soja. São Paulo foi o Estado que mais teve expansão de vagas formais de emprego no setor.

No acumulado de 2019 (janeiro a junho), os postos de trabalho criados totalizam 408,5 mil, também o melhor resultado desde 2014. As áreas que mais aumentaram os postos de trabalho foram: serviços (272,7 mil), agropecuária (75,3 mil), indústria de transformação (69,2 mil) e construção civil (57,6 mil).

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Related posts

Frio prejudica a qualidade dos frutos de café – Por Prof. José Donizeti Alves

Fabrício Guimarães

Coronavírus: Feiras e Eventos do agronegócio são adiados

Fabrício Guimarães

Como a previsão impacta as lavouras ao longo da semana?

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais