12.4 C
Franca
julho 21, 2024
AgriculturaNotícias

VPA do Estado de São Paulo em 2018 tem crescimento em soja, café e milho

O Valor da Produção Agropecuária (VPA) dos produtos soja, café e milho aumentou de 2017 para 2018 no Estado de São Paulo, conforme aponta levantamento da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O crescimento amenizou a queda no mesmo ano do VPA de outros 22 produtos, incluindo cana-de-açúcar – que responde por aproximadamente 38% do total paulista. O Valor da Produção Agropecuária em 2018 somou R$ 75,5 bilhões.

Quatro produtos apresentaram excelentes desempenhos e compensaram parcialmente o resultado do VPA total do Estado: soja (27,63%), café (20,79%), milho (14,98%) e leite (9,44%). O melhor desempenho foi obtido pelo grupo de Grãos e Fibras, que apresentou um crescimento do VPA de 18,36%. O conjunto formado pelas Olerícolas aumentou 6,9% seu VPA.

Dos produtos selecionados, 22 apresentaram arrecadação menor que a obtida no ano anterior. Os que mais pressionaram negativamente o conjunto em comparação com 2017 foram aqueles que figuram nas primeiras posições do VPA total do Estado: cana-de-açúcar (1ª), carne de frango (que caiu da 4ª para a 5ª posição) e ovo de galinha (que manteve a 6ª colocação).

O VPA da cana-de-açúcar, que responde por aproximadamente 38% do total, sofreu queda de 8,24%, em função da redu ção de 6,68% no preço médio recebido pelo produtor e de 1,67% na produção. O VPA da carne de frango apresentou redução de 4,57% devido à queda de 11,1% em sua produção, quando comparada ao ano anterior. O ovo de galinha acusou redução de 8,1% em seu VPA, resultado da queda de 15,5% no preço médio recebido pelo avicultor.

Os Produtos para Indústria tiveram o pior desempenho (-5,53%), seguido pelo grupo de Produtos Animais, que apresentou retração de 0,39% no VPA. O conjunto formado pelas Frutas Frescas permaneceu estável com leve oscilação de 0,1%.

A estimativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento é realizada por meio de seu Instituto de Economia Agrícola (IEA) e pela Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS). Trata-se de um importante indicador para acompanhar o desempenho da atividade agropecuária paulista, mostrando a posição relativa dos 50 produtos que compõem a mostra e como foi a evolução de cada cultura.

Fonte: Sec. de Agricultura de SP

Related posts

Mercado de frango firme

Fabrício Guimarães

Tecnologia garante alta produtividade em citros

Fabrício Guimarães

Abics busca padronização da avaliação sensorial para café solúvel

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais