24.1 C
Franca
julho 21, 2024
AgriculturaNotícias

Produtos orgânicos registram alta de 20%

SENAR/SP já capacitou mais de 25 mil produtores de orgânicos

Levantamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento revela que, em sete anos, o número de produtores de alimentos orgânicos triplicou. Em 2012, eram 5.934 cadastrados junto ao MAPA; em 2019, o número aumentou para 17.730. Os alimentos orgânicos, prioritariamente, são produzidos pela agricultura familiar, tendo como principais produtos: legumes, hortaliças, verduras e frutas.

Desde 2004, o SENAR/SP realiza cursos de Olericultura Orgânica e, em 2010, introduziu na sua grade Tomate Orgânico; a partir de 2015, Agricultura Orgânica, com foco na certificação de pequenos produtores. Com os três Programas, nos últimos 15 anos, o SENAR/SP capacitou mais de 25 mil produtores e trabalhadores rurais para produção de orgânicos.

Os cursos são desenvolvidos de forma dinâmica, com participação efetiva e obrigatória dos agricultores em todos os módulos para a obtenção do certificado.

Através do Programa de Agricultura Orgânica, após a conclusão, os participantes são inseridos no Cadastro de Produtor Orgânico, junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária. E, com esse cadastramento, organizados em grupos, os agricultores se tornam habilitados para vendas diretas ao consumidor, em feiras e instituições públicas.

Os três programas de agricultura orgânica propiciam aos participantes conhecimentos e habilidades para produção de alimentos saudáveis, sem agrotóxicos.

Depoimentos

Há cinco anos, a engenheira agrônoma, Clélia Mardegan decidiu investir no cultivo de orgânicos. Começou o plantio com legumes, verduras e frutas, em 500 metros quadrados da propriedade. Os produtos que eram para o consumo familiar, passaram a despertar o interesse de compra entre os amigos. Foi, aí, que visualizou uma alternativa de negócio, aliada a paixão por alimentos sem uso de agrotóxicos e conservantes. Em 2018, resolveu aprimorar seus conhecimentos, por intermédio do curso de Agricultura Agroecológica e Orgânicos do SENAR/SP, em São José do Rio Preto/SP.

Atualmente, produz mais de 20 itens em aproximadamente um hectare da propriedade. Adequou a área para o cultivo de orgânicos, através do Sistema de Agrofloresta. “Aos poucos, a demanda aumentou e ampliei a variedade de produtos. Hoje faço venda direta em condomínios e bairros da cidade. Por semana, chego a entregar, em média, 30 cestas; e a minha a distribuição aumenta semanalmente”.

Paulo Roberto Domingues, produtor de tomate orgânico em Itapetininga-SP, conta que, através do curso do SENAR/SP, aprendeu as técnicas adequadas para o cultivo de orgânicos. A demanda pelos produtos aumentou a renda da família e ele já pensa na comercialização de novos produtos.

“Com o curso do SENAR, aprendi a adaptar a minha propriedade e a fazer o cultivo correto de tomate orgânico. Eu e minha família fizemos a primeira plantação com boa produção. Com os orgânicos, aumentaram as vendas, porque o consumidor procura por alimentos mais saudáveis”.

Fonte: SENAR

 

Related posts

AMSC e Descubra Café realiza bate papo sobre o Mercado de Cafés Especiais

Fabrício Guimarães

PIB PAULISTA CRESCE 0,8% EM 2023.

EXPORTAÇÕES DE NOVEMBRO SÃO MAIORES QUE ANO PASSADO

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais