18.5 C
Franca
abril 13, 2024
AgriculturaNotícias

Produtos orgânicos registram alta de 20%

SENAR/SP já capacitou mais de 25 mil produtores de orgânicos

Levantamento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento revela que, em sete anos, o número de produtores de alimentos orgânicos triplicou. Em 2012, eram 5.934 cadastrados junto ao MAPA; em 2019, o número aumentou para 17.730. Os alimentos orgânicos, prioritariamente, são produzidos pela agricultura familiar, tendo como principais produtos: legumes, hortaliças, verduras e frutas.

Desde 2004, o SENAR/SP realiza cursos de Olericultura Orgânica e, em 2010, introduziu na sua grade Tomate Orgânico; a partir de 2015, Agricultura Orgânica, com foco na certificação de pequenos produtores. Com os três Programas, nos últimos 15 anos, o SENAR/SP capacitou mais de 25 mil produtores e trabalhadores rurais para produção de orgânicos.

Os cursos são desenvolvidos de forma dinâmica, com participação efetiva e obrigatória dos agricultores em todos os módulos para a obtenção do certificado.

Através do Programa de Agricultura Orgânica, após a conclusão, os participantes são inseridos no Cadastro de Produtor Orgânico, junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária. E, com esse cadastramento, organizados em grupos, os agricultores se tornam habilitados para vendas diretas ao consumidor, em feiras e instituições públicas.

Os três programas de agricultura orgânica propiciam aos participantes conhecimentos e habilidades para produção de alimentos saudáveis, sem agrotóxicos.

Depoimentos

Há cinco anos, a engenheira agrônoma, Clélia Mardegan decidiu investir no cultivo de orgânicos. Começou o plantio com legumes, verduras e frutas, em 500 metros quadrados da propriedade. Os produtos que eram para o consumo familiar, passaram a despertar o interesse de compra entre os amigos. Foi, aí, que visualizou uma alternativa de negócio, aliada a paixão por alimentos sem uso de agrotóxicos e conservantes. Em 2018, resolveu aprimorar seus conhecimentos, por intermédio do curso de Agricultura Agroecológica e Orgânicos do SENAR/SP, em São José do Rio Preto/SP.

Atualmente, produz mais de 20 itens em aproximadamente um hectare da propriedade. Adequou a área para o cultivo de orgânicos, através do Sistema de Agrofloresta. “Aos poucos, a demanda aumentou e ampliei a variedade de produtos. Hoje faço venda direta em condomínios e bairros da cidade. Por semana, chego a entregar, em média, 30 cestas; e a minha a distribuição aumenta semanalmente”.

Paulo Roberto Domingues, produtor de tomate orgânico em Itapetininga-SP, conta que, através do curso do SENAR/SP, aprendeu as técnicas adequadas para o cultivo de orgânicos. A demanda pelos produtos aumentou a renda da família e ele já pensa na comercialização de novos produtos.

“Com o curso do SENAR, aprendi a adaptar a minha propriedade e a fazer o cultivo correto de tomate orgânico. Eu e minha família fizemos a primeira plantação com boa produção. Com os orgânicos, aumentaram as vendas, porque o consumidor procura por alimentos mais saudáveis”.

Fonte: SENAR

 

Related posts

Produtividade média dos Cafés do Brasil estimada para 2023 é de 29 sacas por hectare

Fabrício Guimarães

Produtores rurais têm até junho para utilizar crédito de ICMS já liberado.

Fabrício Guimarães

Quer economizar sementes?

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais