24.1 C
Franca
julho 21, 2024
Notícias

Inovação é porta de entrada para universitários no empreendedorismo de alto impacto.

Escola de negócios e curso de engenharia de produção vão analisar ecossistema de inovação do agro e farão avaliações das startups ligadas ao hub do interior paulista

A Área 51, hub de inovação do Dabi Business Park, em Ribeirão Preto, recebe em junho dois projetos acadêmicos capazes de conectar estudantes de graduação ao empreendedorismo de alto impacto do agronegócio. As iniciativas ajudam a formar potenciais profissionais e futuras lideranças do setor.

As atividades reúnem alunos da área de negócios da Universidade de São Paulo (USP) e do curso de Engenharia de Produção da Harven Agribusiness School, instituição de ensino superior dedicada ao ensino do agronegócio. Os projetos têm como parceiras a consultoria de transformação digital Treesales, a empresa especialista em inovação QuikDev e a plataforma de Open Innovation da Casa Bugre, AgriforLife somada às startups Quanticum e Krilltech, além da própria Área 51.

“Sabemos que cada vez mais o Agro gera oportunidades profissionais muito boas para os jovens e também entendemos que as escolas de negócios têm muito a agregar à formação dos alunos se aproximando do universo do agro, dos ambientes de inovação e do empreendedorismo”, avalia o gestor do hub, Ricardo Agostinho. “Para as empresas residentes e parceiras do hub, é a oportunidade de se conectarem aos jovens talentos”, completa ele.

Futuro do agronegócio
Nascida no campus da USP Ribeirão Preto, a Agrocare é uma entidade estudantil composta por alunos da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP (FEA-RP) e da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP-USP).

Em parceria com a Treesales, um grupo de estudantes da Agrocare irá analisar o ambiente de inovação aberta do agronegócio brasileiro tendo como objeto da pesquisa a Área 51. O projeto inclui uma imersão teórica nos conteúdos ligados à open innovation e entrevistas com lideranças do agronegócio, com projetos ligados ao hub de inovação.

A ideia é que a parceria, além de fomentar o potencial dos jovens, gere insights e soluções genuinamente inovadores. “É uma valorosa oportunidade para todos. Para os jovens é uma chance de vivenciar o mundo corporativo, fazer networking e pensar sobre como aplicarem seus conhecimentos ao agronegócio”, destaca o CEO da Treesales, Luciano Fernandes.

Soluções práticas
Na Harven a iniciativa reúne 16 alunos do curso de Engenharia de Produção para uma imersão no universo do empreendedorismo por meio de parceria com a AgriForLife Open Innovation. Ao longo do mês de junho os estudantes colocarão em prática o conteúdo aprendido em sala de aula analisando três startups do segmento agro por meio de entrevistas com CEOs e análises técnicas.

Fazem parte do projeto as startups Quanticum, especialista em indicadores de performance agrícola baseados no potencial magnético do solo, Krilltech, que trabalha com nanotecnologia e agricultura sustentável e a própria AgriForLife. O suporte metodológico de avaliação das startups será oferecido pela consultoria QuikDev.

“O encontro com os fundadores será, sem dúvidas, a parte mais enriquecedora do projeto. Nele a turma poderá explorar a jornada individual de cada um e entender todo o processo desde a concepção do negócio”, explica João Paulo Oliveira, professor que coordena o projeto na Harven.

Ao fim da atividade os alunos apresentarão às startups o resultado dos trabalhos, além de eventuais sugestões de melhorias. Segundo o docente, os alunos serão estimulados a desenvolver soluções inovadoras que beneficiem as empresas “clientes” e também a comunidade.

“Essa é uma parceria de mão dupla, nós podemos contribuir para a formação desses alunos com nossa experiência em startups e no modelo de negócio que estão estudando, e eles nos ‘devolveram’ suas percepções e análises para que possamos melhorar nossos processos através desses diagnósticos”, ressalta Maira Zampier, especialista de inovação na AgriforLife.

Área 51
Hub de inovação do Dabi Business Park, a Área 51 é um espaço de 500m2 dentro do centro empresarial dedicado a empresas e pessoas que buscam inovação aberta e conexão com grandes empresas, startups, investidores, mentores e instituições de ensino. Oferece completa infraestrutura física e de comunicações, abrigando atualmente 34 parceiros.

Dabi Business Park
O Dabi Business Park é um centro empresarial desenvolvido para conectar pessoas, ideias e empresas, promovendo inovação e gerando novos negócios. Instalado em uma área com mais de 100 mil m², às margens da Rodovia Anhanguera, em Ribeirão Preto (SP), abriga de grandes empresas à startups. O espaço conta com áreas a partir de 60 m² até lajes de 5 mil m². Uma de suas âncoras é a Área 51, um hub de inovação que atende empresas residentes e externas.

Atendimento à imprensa:
Daniel Navarro | (16) 9 9223-1517 |daniel@sejaopa.com.br
Anna Regina Tomicioli | (16) 9 9223-1031 | anna@sejaopa.com.br

Related posts

Ministério da Agricultura lança programa Brasil Mais Cooperativo

Café: indústria de solúvel lança marca para promover consumo interno e externo

Fabrício Guimarães

Expoagro tem abertura oficial com resultado de Torneio Leiteiro

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais