24.1 C
Franca
julho 21, 2024
Hortifrúti

Indústria impulsiona área de hortaliças em 2022 e 2023.

A área de hortaliças fechou 2022 acima da de 2020 e de 2021, compensando parcialmente as perdas de investimento verificadas durante o período mais crítico da pandemia. Esse recente aumento foi impulsionado pelas indústrias de tomate e de batata e também pela recuperação parcial das áreas de alface e cenoura.

Já para as frutas, houve uma ligeira queda na área de 2022 frente a 2021. Apesar do crescimento para manga e uva de mesa (influenciado pela exportação aquecida nos anos recentes), as áreas cultivadas com mamão, melão e melancia devem cair com força. Já para banana e maçã, os investimentos se mantiveram estáveis em 2022.

Para 2023, a projeção da Hortifruti Brasil indica aumento do grupo de frutas, influenciada pela recuperação na área de mamão e melancia, que são as culturas que mais reduziram os investimentos nos últimos anos. Para as outras frutas, a estimativa inicial é de estabilidade.

Quanto às hortaliças, o aumento na área deverá ser concentrado na produção industrial de batata e tomate. Além disso, deve haver recuperação da área de cebola. Para alface e cenoura, os investimentos devem se manter estáveis em 2023.

Fonte: Agrolink

Related posts

Ácaro da leprose exige manejo e controle

Fabrício Guimarães

Banana, caqui e maracujá são algumas das frutas da época em abril

Fabrício Guimarães

Cultivares de tomateiro de hábito determinado

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais