24.1 C
Franca
julho 21, 2024
Agricultura

Fortalecimento da produção sustentável do Brasil

Em seminário sobre a Lei Antidesmatamento Europeia, Fávaro destaca programa de conversão de pastagens degradadas do Mapa

Por: MAPA

Na manhã desta quarta-feira (8), o ministro da Agricultura e Pecuária (Mapa), Carlos Fávaro, participou do seminário ‘Lei Antidesmatamento Europeia e seus Impactos para o Brasil’ no Instituto Rio Branco, em Brasília – DF, junto com o vice-presidente Geraldo Alckmin, a ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, o deputado federal Da Vitória, e o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Blairo Maggi.

Realizado pela Abiove, em parceria com a Frente Parlamentar Mista do Comércio Internacional e do Investimento (FrenComex) e o Instituto Brasileiro de Comércio Internacional e Investimentos (IBCI), o Seminário teve como objetivo a discussão das exigências da nova legislação da União Europeia, o sistema de diligência e os demais fatores que podem atingir diretamente as cadeias produtivas da soja, madeira, cacau, café, palma, borracha e da pecuária.

Durante a abertura, o ministro Carlos Fávaro afirmou que o Brasil tem o compromisso com a redução do desmatamento, em que agropecuária vai crescer de forma eficiente e sustentável.

Fávaro destacou que o Mapa tem trabalhado no Programa de Conversão de Pastagens Degradadas, a fim de produzir com rastreabilidade e sustentabilidade, sem comprometer as florestas.

“Nós vamos intensificar a nossa produção de alimentos, pois sabemos da responsabilidade do nosso país em ser um grande provedor de alimentos para o Brasil e para o mundo. Com responsabilidade ambiental e trabalhista, nós temos como intensificar sem tocar na floresta e assim devemos fazer”, disse o ministro.

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, ressaltou que o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial com tecnologia de ponta e que tem a maior reserva uma floresta tropical do mundo, que é a Floresta Amazônica e que o governo tem trabalhado para reduzir o desmatamento. “Nós temos um belo caminho pela frente. O presidente Lula tem compromisso com o desenvolvimento sustentável, com a energia renovável crescente por meio do solar eólico e com a redução do desmatamento na Amazônia, esse é nosso dever”, disse.

O presidente da Abiove, Blairo Maggi, afirmou que o setor produz e exporta seguindo a legislação estabelecida pelo código florestal e pelo zoneamento agrícola, além das legislações estrangeiras.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, disse que o Mapa, MMA e MDCI estão trabalhando no plano de transformação ecológica, para que o Brasil tenha cada vez mais a tecnologia e o conhecimento para aumentar a produção por ganho de produtividade. “Nós podemos ser ao mesmo tempo uma potência florestal, uma potência hídrica e uma potência agrícola”, afirmou.

Related posts

Preços do milho seguem caindo

Fabrício Guimarães

Café de qualidade: a importância da automação na cadeia produtiva

Controle biológico

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais