14.2 C
Franca
julho 19, 2024
Notícias

Fevereiro com chuva mais distribuída para o café

Calor diminui em relação a janeiro

Na região produtora de café do estado de São Paulo, o calor da última semana de janeiro e os primeiros dias de fevereiro prejudicaram a fase de granação dos cafezais e as mudas novas que foram plantadas. Os produtores estão apreensivos porque se o calor persistir há uma chance da próxima temporada ser impactada com prejuízos para a produção 2019/20.

Calor excessivo

A Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) ganhou força no começo do ano e reduziu a formação de nuvens carregadas de chuva na Região Sudeste. Muitas horas de sol forte e pouca chuva fez as temperaturas ficarem altas e o calor intenso nos dias que não ocorreu a chuva.

A intensificação da ASAS já pode ser considerado um efeito do processo da formação do El Niño.

De acordo com a meteorologista Graziella Gonçalves, da Climatempo, responsável pelas análise de clima, o que se espera é que a partir de agora, a chuva aconteça de forma  mais distribuída e frequente na Região Sudeste. O calor excessivo diminui, mas isso não quer dizer, que em alguns dias de fevereiro não aconteçam temperaturas altas. Porém, a diferença é que não será como janeiro quando observamos dias consecutivos de temperaturas muito elevadas.

Fonte: Climatempo

Related posts

Ovos: semana começa com novo reajuste

Fabrício Guimarães

Boi: Oferta limitada mantém Indicador firme neste ano

Fabrício Guimarães

Lançado selo comemorativo dos 50 anos da Expoagro

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais