15.8 C
Franca
julho 19, 2024
Agricultura

Cafeeiros da cultivar catucaí APA têm maior diâmetro de caule e maior altura

POR JOSÉ BRAZ MATIELLO

Avaliações efetuadas em campo mostraram que os cafeeiros da nova cultivar catucaí APA têm maior diâmetro de caule e maior altura das plantas.

As cultivares/variedades de cafeeiros do grupo catucaí são oriundas do cruzamento natural entre plantas de icatu vermelho e o catuaí, observado, em 1985, em lote de cafeeiros no município de São José do Vale do Rio Preto (RJ). Em seguida, foram derivadas diversas gerações, com seleção individual de plantas, feitas na Fazenda Experimental de Varginha. A seleção sempre foi dirigida para obtenção de cultivares com plantas de porte baixo, apesar de ocorrer, nas gerações iniciais, um pequeno percentual de plantas de porte alto, certamente devido à herança desse fator oriundo do icatu. Deste material, foram obtidas cultivares de frutos amarelos e vermelhos. 

Uma das cultivares de catucaí de frutos amarelos que tem tido bom comportamento é a 2SL, de bom vigor e produtividade, com tolerância à ferrugem e à phoma. As plantas têm porte baixo e copa estreita. 

A cultivar catucaí APA foi obtida através da seleção de plantas de porte alto que apareceram em parcelas de cafeeiros da cultivar catucaí amarelo 2SL, cultivados na Fazenda Experimental de Varginha. Como se conhece, o fator que determina o porte alto das plantas de café é de caráter recessivo. Assim, as plantas oriundas de sementes de cafeeiros de porte alto sempre reproduzem essa característica de porte em suas plantas filhas. 

O interesse em cafeeiros de porte alto se prende à maior facilidade de colheita mecânica das plantas já na primeira safra e, também, devido à preferência de muitos produtores por esse tipo de porte, para uso de poda no sistema safra zero. 

A cultivar catucaí APA foi testada em ensaio na região da Alta Paulista, em ensaio no município de São José da Bela Vista. Com 5 safras avaliadas, se mostrou a mais produtiva, com cerca de 38% a mais, em relação às duas cultivares Mundo Novo, usadas como padrões do ensaio. 

Uma nova geração da cultivar catucaí APA foi plantada em campo, na Fazenda do Glória, também na Alta Paulista, onde foram colocadas, lado a lado, plantas da cultivar catucaí amarelo 2SL de porte baixo e de catucaí APA (figura 1). O plantio foi efetuado no espaçamento de 3,5 x 0,6 m e é conduzido com irrigação. Aos 2,5 anos de idade das plantas, por ocasião da 1ª safra, em maio/23, foram avaliadas 20 plantas, ao acaso, de cada cultivar, com medições do diâmetro do caule 10 cm acima do solo, com auxílio de um paquímetro, e medida a altura das plantas com uma haste graduada. Os resultados médios obtidos estão colocados na tabela 1. Verifica-se que as plantas de catucaí APA apresentam maior diâmetro de caule e maior altura, com cerca de 29% a mais no diâmetro e cerca de 32% a maior na altura, em comparação com o catucaí SL. 

Conforme trabalho de Matiello et alii (Anais do 36º CBPC, Funprocafé, 2010 p. 20), sabe-se que o maior diâmetro do caule de cafeeiros resulta em menor tombamento de plantas. Como esse problema, tem sido comum nos cafeeiros catuaís normais, a cultivar catucaí APA agrega, assim, mais uma característica positiva. 

Tabela 1 – Altura das plantas e diâmetro do caule em cafeeiros das cultivares catucaí amarelo 2SL, de plantas de porte baixo e alto, aos 2,5 anos de idade – Franca (SP), 2023


Figura 1 – Plantas de catucaí APA (esquerda) e de catucaí amarelo 2SL comum (direita), separados pela linha, avaliadas no trabalho de pesquisa, verificando-se sua diferença de porte – São José da Boa Vista (SP), maio/23

Related posts

Live nesta quarta (09/09) discutirá produção de café

Fabrício Guimarães

Agricultura anuncia R$ 50 mi para seguro rural do orçamento de 2019

Fabrício Guimarães

Manejo integrado não usa químicos para controlar o bolor verde da laranja

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário

Usamos cookies para melhorar sua experiência no site. Aceitar Leia Mais